mercado-logistico-EBI

Mercado logístico expande com e-commerces

O mercado logístico revela afinal que está aquecido. Condomínios logísticos de alto padrão na cidade de São Paulo apresentaram dados animadores no segundo trimestre de 2019. Conforme a Colliers Internacional Brasil, os números, medidos trimestralmente mostram que a absorção bruta – quantidade de m² locados – foi de 371 mil m². O destaque fica para o setor de e-commerce que foi responsável por 30% das novas locações. As regiões com maior número de locações foram Cajamar, Guarulhos e Campinas, na região metropolitana de São Paulo.

Outro dado igualmente positivo no mercado logístico é que, pela primeira vez em quatro anos, a taxa de vacância ficou abaixo dos 20%. O índice registrado no segundo trimestre foi de 19%. Dessa forma, o dado segue a tendência de queda: no mesmo período do ano passado o valor era de 24%.

Os melhores resultados nos meses de abril, maio e junho ficam com as regiões de Ribeirão Preto (7%), Cajamar (10%) e Guarulhos (11%). Os dados apontam que a taxa de vacância em condomínios logísticos localizados a até 60 km do centro de São Paulo cai para 16%.

Dessa forma, os resultados, aliados a outros fatores, influenciam também o crescimento de mais 100% na absorção líquida – saldo da diferença entre áreas locadas e áreas devolvidas – do segundo trimestre de 2019 (228 mil m²) em relação ao mesmo trimestre do ano passado (111 mil m²). As regiões com maior destaques são Cajamar (126 mil m²), Guarulhos (59 mil m²) e Jundiaí (20 mil m²).

Preço médio

Entretanto, o valor médio do metro quadrado teve uma ligeira queda. O Estado de São Paulo encerrou o segundo trimestre de 2019 com o preço médio pedido em R$ 18,5 m²/mês. O valor registrado em 2018 de R$ 19,0 m²/mês.

Novo inventário

Em relação ao novo inventário, foram entregues 180 mil m² no segundo trimestre de 2019 nas regiões de Cajamar (111 mil m²), Grande ABC (55 mil m²) e Atibaia (13 mil m²). O inventário de condomínios logísticos classe A em São Paulo se aproxima de 9 milhões de m².

Integração entre E-commerce e mercado logístico

A Logística certamente se trata de um ponto primordial na cadeia de várias empresas. Ela requer integrações entre a indústria, distribuição e o varejo, inclusive para operações no modelo Drop Shipping. Este processo necessita de integrações de sincronismo operacional preciso, eficiente e sobretudo seguro. A EBInterchange integra todos os sistemas colaborativos deste processo, ERPs, WMS, TMS, com os operadores, empresas de serviços e finanças. Todas as transações são rastreadas, assim como monitoradas, durante o processo. Isso é de suma importância para o compliance com os marcos regulatórios e auditoria, a exemplo da Anvisa.

A Plataforma EBI Connection Center integra as operações tanto de Crossdocking como Dropshipping. Dessa forma, os pedidos de compra realizados nos canais de compras são enviados diretamente para o Centro de Distribuição ou para o fornecedor, juntamente com todos os dados necessários para o envio. O sistema automatizado agiliza o processo de envio do produto, de forma simples e eficaz.

Entre em contato com a EBInterchange e conheça mais sobre as nossas soluções para integração entre e-commerce e serviços logísticos.

fonte: https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/e-commerce-representa-30-novas-locacoes/

Tags: , , , , , , ,