Posts Tagged ‘crossdocking’

mercado-logistico-EBI

Mercado logístico expande com e-commerces

O mercado logístico revela afinal que está aquecido. Condomínios logísticos de alto padrão na cidade de São Paulo apresentaram dados animadores no segundo trimestre de 2019. Conforme a Colliers Internacional Brasil, os números, medidos trimestralmente mostram que a absorção bruta – quantidade de m² locados – foi de 371 mil m². O destaque fica para o setor de e-commerce que foi responsável por 30% das novas locações. As regiões com maior número de locações foram Cajamar, Guarulhos e Campinas, na região metropolitana de São Paulo.

Outro dado igualmente positivo no mercado logístico é que, pela primeira vez em quatro anos, a taxa de vacância ficou abaixo dos 20%. O índice registrado no segundo trimestre foi de 19%. Dessa forma, o dado segue a tendência de queda: no mesmo período do ano passado o valor era de 24%.

Os melhores resultados nos meses de abril, maio e junho ficam com as regiões de Ribeirão Preto (7%), Cajamar (10%) e Guarulhos (11%). Os dados apontam que a taxa de vacância em condomínios logísticos localizados a até 60 km do centro de São Paulo cai para 16%.

Dessa forma, os resultados, aliados a outros fatores, influenciam também o crescimento de mais 100% na absorção líquida – saldo da diferença entre áreas locadas e áreas devolvidas – do segundo trimestre de 2019 (228 mil m²) em relação ao mesmo trimestre do ano passado (111 mil m²). As regiões com maior destaques são Cajamar (126 mil m²), Guarulhos (59 mil m²) e Jundiaí (20 mil m²).

Preço médio

Entretanto, o valor médio do metro quadrado teve uma ligeira queda. O Estado de São Paulo encerrou o segundo trimestre de 2019 com o preço médio pedido em R$ 18,5 m²/mês. O valor registrado em 2018 de R$ 19,0 m²/mês.

Novo inventário

Em relação ao novo inventário, foram entregues 180 mil m² no segundo trimestre de 2019 nas regiões de Cajamar (111 mil m²), Grande ABC (55 mil m²) e Atibaia (13 mil m²). O inventário de condomínios logísticos classe A em São Paulo se aproxima de 9 milhões de m².

Logistica Integrada

Logística Integrada

A logística não é mais apenas um setor responsável só pelo transporte e estoque de uma empresa. Com a evolução de mercados, processos além de técnicas, foi necessário integrar todas operações logísticas. Dessa forma, envolvendo a organização em uma única estratégia, foi criada a logística integrada.

Ela é portanto é uma forma holística de encarar o processo logístico. Essa estratégia considera toda a cadeia produtiva, da origem dos produtos até a distribuição e entrega para o cliente final.

As três áreas da logística integrada

A logística integrada pode ser dividida em três áreas principais:

  • Logística Inbound, que compreende a relação com fornecedores e o transporte, armazenamento, aquisição e controle de qualidade de matérias-primas para o produto final;
  • Logística Industrial, que envolve o abastecimento da linha de produção e o controle e transporte de materiais em processamento;
  • Logística Outbound, responsável para levar produtos para o consumidor final e a relação da empresa com seus clientes.

As interatividades entre essas três áreas formam a logística integrada. Adotar esse tipo de estratégia pode trazer uma série de benefícios para sua companhia.

Redução de custos operacionais com Logística Integrada

A logística integrada faz com que a empresa tenha certamente menos retrabalho além de confusão de informações. Estruturas e profissionais de áreas diferentes podem ser otimizados de uma forma que não existam dois setores na mesma companhia fazendo um trabalho igual, ou pior: um mesmo setor fazendo o trabalho duas vezes. O resultado é uma operação com custos reduzidos.

Controle maior sobre fluxo e processos

A centralização de toda a logística da empresa em uma única estratégia favorece de fato a visão de gestores sobre seus produtos e processos, já que, é possível acompanhar e entender a logística desde os fornecedores até a entrega para o cliente final.

Um gestor de uma empresa que produza, por exemplo, batatas fritas, pode usar a logística integrada para observar sua produção desde a coleta das batatas até a relação com o consumidor final na lanchonete, compreendendo melhor falhas e pontos que podem ser aprimorados no fluxo.

Melhores índices de produtividade

Uma cadeia logística totalmente integrada faz com que cada área entenda melhor o seu papel dentro de todo o processo. Com isso, a produção fica não apenas mais enxuta, sem desperdícios que acontecem por falta da compreensão do fluxo de trabalho, como também mais otimizada.