EBI Connetion Center
EBI-comercio-eletronico-2019

Comércio eletrônico tem aumento 79,5% nas vendas em 2019

O comércio eletrônico tem se consolidado enfim como um dos principais canais de vendas para o mercado brasileiro. De acordo com o relatório anual Nuvemcommerce, o Brasil acumulou 87 milhões de consumidores digitais em 2019. Esse número é 19% maior se comparado a 2018.

A pesquisa analisou a movimentação das PMEs brasileiras que compõem a base da companhia. Dessa forma, apontou que, no último ano, o número de vendas online quase dobrou. Elas passaram de R$ 275 milhões (2018), para mais de 450 milhões (2019), um aumento portanto de 79,5%.

“Com a constante evolução do setor, mais do que nunca, os lojistas precisam estar sempre atentos ao perfil, satisfação e às preferências de compra dos consumidores para que, dessa forma, seja possível oferecer uma experiência de usuário cada vez mais otimizada, convertendo-a em vendas frequentes” explica Alejandro Vázquez, Cofundador e CCO da Nuvemshop.

Em relação aos produtos mais comprados das PMEs, os líderes foram: moda, vestuário, saúde, beleza e acessórios. Eles correspondem à quase 70% do total em 2019, contra 62% em 2018.

Já o maior ticket médio ficou por conta das compras de viagens. Em ambos os anos analisados com uma média de R$ 3 mil. O segundo lugar em gastos mudou nos últimos dois anos, sendo que em 2019 foi ocupado por pelos eletrônicos (R$ 542,00) e em 2018 pelos esportivos (R$ 392,00).

Social Commerce e mobile em alta entre as PMEs

Dispositivos móveis foram os meios preferidos pelos consumidores para compras no último ano, com 65,61% das transações analisadas. Os desktops, por sua vez, ficaram com uma fatia de 17,25%. Em 2018, 57% das compras tinham sido realizadas por celulares e 43% por computadores.
Também houve aumento nas vendas por meio das redes sociais. Os dados evidenciam o sucesso do Instagram, que cresceu 16%, resultado inversamente proporcional ao Facebook. A primeira rede reuniu 75% das transações neste ano, enquanto a segunda respondeu por 21% delas.

As datas mais quentes do e-commerce

Natal bem como Black Friday foram novamente as datas preferidas e, juntas, superam os R$ 28 milhões de vendas em 2019. A Black Friday liderou o ranking com 8,74 pedidos por minuto, registrando um faturamento 49% maior que 2018. O Natal, por sua vez, teve uma receita 22,4% maior se comparada ao ano anterior.

“A pesquisa confirmou o quanto essas datas são estratégicas para o e-commerce, indicando que as PMEs brasileiras ainda têm uma oportunidade gigante de crescimento em vendas. Por isso, investimos para apoiar nossos clientes de ponta a ponta — do layout ao marketing — para que cada vez mais eles estejam dentro das tendências de mercado, oferecendo promoções e focando esforços e investimento no tempo certo.”, completa Vázquez.

A importância da integração de sistemas no comércio eletrônico

Certamente a projeção positiva nas vendas pelo comércio eletrônico implica também na necessidade de se criar uma estrutura inteligente para proporcionar uma melhor experiência de vendas para seus clientes.

Um dos principais pontos do comércio eletrônico é a integração de sistemas. Ela permite a otimização de todos os sistemas envolvidos no processo de vendas. A integração de sistemas possibilita a comunicação entre sistemas de diferentes formatos, tornando assim o fluxo do pedidos automatizado, ágil e seguro.

Conheça mais sobre a integração de sistemas entrando em contato com a EBInterchange.

Integração Ágil EBI

Integração Ágil e sua importância

A Integração ágil é baseada no uso de diversos métodos de integração visando a otimização de todo processo.

O sucesso nos negócios depende cada vez mais da capacidade de reagir à mudança. À medida que novos players disruptivos entram nos mercados, as organizações precisam estar mais preparadas. Ser capazes de mudar os planos, em ciclos mais curtos, é mais importante do que nunca.

No final da década de 90, houve um grande hype no mercado sobre a arquitetura SOA. Contudo, as necessidades do mercado atual exigem uma abordagem diferente da centralizada. É necessário ampliar de maneira substancial a quantidade de componentes de qualquer aplicação.

Portanto, tão importante quanto endereçar essas questões é integrar os componentes com a máxima eficiência. E existem várias formas de realizar essa integração.

Para despontar em seus mercados diante da transformação digital, uma nova abordagem arquitetônica chamada integração ágil reúne três recursos importantes que potencializam então novos processos e criam vantagens competitivas.

Integração distribuída

Por meio da integração distribuída, dezenas de padrões de integração refletem o trabalho corporativo e os fluxos de dados. Quando esses padrões de integração são implantados em containers, podem ser implantados na escala e no local necessários para aplicativos e equipes específicas. Em vez da tradicional arquitetura de integração centralizada, ela permite que equipes individuais implementem os padrões de integração que precisam. Dessa forma, gera agilidade e elimina o gargalo criado pela centralização, já que permite uma escalabilidade impensável no modelo antigo. Várias empresas sofrem com as arquiteturas centralizadas obsoletas. A migração para um barramento mais leve, flexível, elástico e não-proprietário é uma ótima solução.

APIs

API é uma maneira de representar um serviço de negócios como uma interface programável). APIs estáveis e bem gerenciadas têm um efeito enorme na colaboração entre equipes, no desenvolvimento e nas operações. As APIs envolvem os principais recursos em interfaces estáveis e reutilizáveis. Permitem então que essas interfaces funcionem como blocos de construção para reutilização em toda a organização, com parceiros e com clientes. Elas podem ser implementadas em conjunto com containers em diferentes ambientes, dessa forma permitindo que diferentes usuários interajam com diferentes conjuntos de APIs. Elas permitem igualmente que tenhamos um nível de integração que extrapola o Datacenter: integram-se clientes e parceiros aos seus sistemas, permitindo um controle de acesso e até monetização, criando um novo modelo de negócio.

Containers

Para as tecnologias de API e de integração distribuída, os containers funcionam como a plataforma de implantação subjacente. Os containers permitem a implantação em um ambiente específico de maneira fácil e consistente de desenvolver, testar e manter. O uso de containers permite um relacionamento muito mais transparente e colaborativo entre as equipes de desenvolvimento e infraestrutura. A elasticidade que as plataformas de container provêm faz com que os recursos sejam alocados sob demanda, atendendo os requisitos de performance que integrações com transformações complexas demandam e, depois do pico de utilização, retorna os recursos para que sejam utilizados em outros sistemas.

Individualmente, cada uma dessas tecnologias fornecerá agilidade significativa para desafios específicos de integração. Quando usados juntos, eles proporcionam um efeito multiplicador, a integração ágil.

Essas três tecnologias tornam a infraestrutura de TI mais ágil porque cada uma delas aumenta o nível de abstração em que equipes diferentes conseguem trabalhar juntas. O uso de uma plataforma de container com APIs e integrações distribuídas abstrai a implementação da integração. Dessa forma, as equipes podem ser mais ágeis, uma vez que as APIs e os padrões de integração distribuída empacotam ativos específicos em um nível que pode ser amplamente entendido – sem ter que entender ou alterar a infraestrutura subjacente.

A EBInterchange possui mais de 15 anos de experiência em integrações de sistemas, obtendo portanto um extenso know how sobre tecnologias de integração e desenvolvendo sistemas e ferramentas integradoras, focadas em agilizar e tornar mais eficiente todo processo de integração.

Entre em contato conosco e conheça as vantagens do sistema integrado

  • SAP-Nestlé

    EBI|CASES INTEGRAÇÃO

    Integramos a plataforma 00K com o SAP para vendas nos Marketplaces.

  • MeliCash

    EBI|CASES INTEGRAÇÃO

    Integramos os ERPs TOTVS com Plataformas e Hubs de vendas.

  • 00K Core

    EBI|CASES

    Integramos o Hub 00K com o SAP.

  • MeliAnalytics

    EBI|CASES INTEGRAÇÃO

    Integramos o sistema MeliCash com RP Oracle para gestão financeira com vendas no Mercado Livre.

  • MeliCash

    EBI|CASES INTEGRAÇÃO

    Integração do ERP TOTVS Datasul com as plataformas 00K e MercadoShops